quarta-feira, 30 de julho de 2014

Estado fortalece estrutura de políticas para as mulheres em 30 municípios gaúchos

A Secretaria de Política para as Mulheres (SPM) reuniu na Casa do Gaúcho, no Parque de Exposições Assis Brasil, em Esteio, representantes das políticas para as mulheres de 30 municípios gaúchos para a entrega de mobiliários e equipamentos de informática, nesta terça-feira (29). As ferramentas servirão para o fortalecimento dos Organismos de Políticas para as Mulheres (OPMs).
Desde sua criação, a secretaria vem trabalhando na qualificação de OPMs. “Esta é uma oportunidade para fortalecermos as políticas pelas mulheres no Rio Grande do Sul. Só com o auxílio de todos poderemos acabar com o machismo, portanto, além da entrega, esse ato é simbólico pela nossa união por igualdade e contra a violência de gênero”, diz a secretária de Políticas para as Mulheres, Ariane Leitão.

As ações se intensificaram através da Rede Lilás, que disponibiliza estrutura técnica e material para o desenvolvimento de atividades de implantação, implementação, expansão e aperfeiçoamento de políticas para as mulheres. Com isso, se fortalecem as políticas de promoção à cidadania e efetivação dos direitos e as políticas de prevenção e enfrentamento à violência contra as mulheres no Estado. O repasse dos materiais faz parte de um convênio com a SPM Nacional, com investimento de aproximadamente R$ 22 mil para cada kit. “Esta não é uma luta das mulheres contra os homens, como muitos retrógrados querem passar, mas uma luta de todos que querem uma sociedade mais justa e igualitária", afirma o representante da SPM nacional, Raimer Rezende.
Escolhida para falar pelas coordenadorias municipais, Patricia Nogueira, da Secretaria das Mulheres de Panambi, exaltou a importância do auxílio para a implementação de ações. "Nossas políticas são importantes para atacar os problemas específicos das mulheres, principalmente a violência doméstica, que é o grande problema na maioria das cidades. Sem essa ajuda não poderíamos implementar tais políticas", comenta Patrícia. A prefeita de Torres, Nilva Pereira, também agradeceu e ressaltou que esta não é uma luta apenas das mulheres. "Precisamos de pessoas comprometidas contra o machismo, mulheres e homens que saibam que combater a violência contra as mulheres é ser a favor dos direitos humanos. Não adianta apenas ser mulher ou homem e ter o pensamento machista e retrógrado. Sei que faremos um grande uso destes equipamentos e todos aqui também", reforçou Nilva.
Municípios beneficiados
Parobé, Alvorada, Butiá, Esteio, Viamão, Sapucaia do Sul, Lajeado, Taquari, Antônio Prado, Venâncio Aires, Sobradinho, Vacaria, Torres, Imbé, Tramandaí, São Lourenço do Sul, São Gabriel, Alegrete, São Borja, Santana do Livramento, Panambi, Ijuí, Salto do Jacuí, Constantina, Lagoa Vermelha, Bagé, Passo Fundo, Soledade, Sagrada Família e Erechim.