quinta-feira, 24 de abril de 2014

Prefeito apresenta os 15 médicos que atuarão no Programa Estratégia de Saúde da Família em São Gabriel

Município foi contemplado com o maior número 
de médicos na região


O prefeito Roque Montagner acompanhado do vice-prefeito Evandro Guedes e secretários municipais apresentou oficialmente na manhã desta quarta-feira, os 15 médicos que atuarão na saúde preventiva do Programa Estratégia da Saúde da Família (ESF) e na rede pública de Saúde. Os profissionais, que fazem parte do Programa “Mais Médicos”, participaram do Café com a Imprensa, promovido no Salão de Atos da Prefeitura Municipal com a presença de representantes de imprensa local e regional.
 “Após 15 meses de governo, hoje estamos entregando um presente para a população do campo e da cidade que aguardava com muita expectativa. Há mais de 20 anos sucessivos governos municipais colocavam em seus programas o ESF, mas não levaram a sério, e nunca foi implantado na realidade. A partir de agora estaremos viabilizando o Estratégia da Saúde da Família”, assim se manifestou Roque Montagner na abertura da coletiva.

Segundo ele os médicos são em sua maioria de nacionalidade cubana, outros da Argentina e Uruguai, todos com alto grau de qualificação e conhecimento. “Sabemos que Cuba forma profissionais para 78 países, por ser referência em saúde, e hoje, 86% dos brasileiros aprovam o programa “Mais Médicos”, disse o prefeito.
Durante a entrevista coletiva foram destacadas algumas ações e inovações do Governo Municipal em relação a saúde, como implantação da Clínica de Dor, onde são efetuados mais de 1.300 atendimentos por mês, aquisição de um ônibus para transporte confortável de pacientes, ambulâncias, veículos e Vans, além da reposição de medicamentos para a farmácia básica, pois “quando assumimos, as prateleiras estavam vazias e o Município não possuía crédito para a compra de remédios, e, aos poucos, estamos mudando essa triste realidade. Estaremos também criando um atendimento na zona rural através de uma equipe móvel itinerante do ESF, pois um governo inteligente precisa criar oportunidades ao homem do campo”, asseverou o prefeito Roque Montagner.
Todos estes médicos após o período de adaptação, entre 20 e 30 dias, quando receberão o registro do Ministério da Saúde para a prática da medicina, estarão atendendo em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBS) e rede pública, somados aos outros 19 que já atuam e aos 3 contratados pelo Município. “Com este reforço de médicos estrangeiros, tenho a certeza que daremos um giro de 360 graus em termos de saúde preventiva”. O prefeito reconheceu os serviços prestados pelos demais médicos pertencentes ao Corpo Clínico da Santa Casa e os concursados, que por muitos anos atendem a comunidade. “Graças ao alinhamento das esferas federal, estadual e municipal, este é um marco e uma grande conquista, pois São Gabriel foi o município contemplado com o maior número de médicos na região”, afirmou Roque Montagner, que também agradeceu o trabalho parceiro do vice-prefeito Evandro Guedes e o empenho, dedicação e valiosa colaboração do secretário da Saúde Daniel Ferrony e equipe.
O prefeito qualificou como um verdadeiro marco para a saúde na história dos 168 anos de São Gabriel. “Temos que ter uma saúde curativa alinhada com a preventiva, sempre com um olhar de proteção parceiro as medicações, ter médicos vitalizados e com energia muito grande de participar do ESF e atender na rede pública a nossa população, pois o “Mais Médicos” tem a sustentabilidade e compromisso de dar um atendimento humanizado com responsabilidade”, reafirmou Roque Montagner.
O prefeito ainda se mostrou bastante indignado em relação aos entraves burocráticos, onde segundo ele, “muitas de nossas ações ainda estão com projetos em andamento. A burocracia cria uma certa demora, mesmo após a definição das empresas vencedoras, até o real início de alguma obra, compra de medicamentos ou aquisição de veículos, entre outros”, desabafou Montagner.

COMO FUNCIONARÁ O ESF E OS CUSTOS AO MUNICÍPIO

Durante a coletiva, o prefeito também pediu a colaboração dos vereadores na aprovação de Projetos do Executivo, em especial, aos referentes a contrapartida do Município no que tange aos custos de cada médico, declarando que o aporte de recursos vai girar em torno de R$ 3 mil para cada um, sendo R$ 2.500 para moradia e R$ 500 para refeições.
O prefeito explicou ainda, que já está sendo intermediado junto ao Governo do RS com contrapartida do Município para que cada duas equipes do ESF receba um veículo, proporcionando assim que o médico tenha mobilidade na busca de pacientes e acompanhamento, principalmente daqueles portadores de doenças crônicas, ou até mesmo no momento da alta hospitalar até a residência e a assistência diária.
Segundo ele, cada equipe do ESF será composta por um médico, um enfermeiro, uma técnica em enfermagem e seis ou sete agentes de saúde, onde mais de 100 profissionais farão parte de todas as equipes do ESF em São Gabriel. Os médicos terão uma carga horária de 40h/semanais, sendo 2 horas diárias destinadas para estudos de especialização. O prefeito também se referiu que será oferecida uma média de 500 consultas/dia para a população, o que provavelmente acabará com as filas, mas caso a demanda seja ainda maior, será feito de forma organizada um agendamento. Tudo o que acontecia anteriormente, acabava fazendo com que a população se socorresse do PA 24 Horas, e isso criava uma sobrecarga aos profissionais médicos e certos conflitos: de quem era a responsabilidade, da Santa Casa ou da Prefeitura?
Perguntado sobre o relacionamento com a Santa Casa, ele disse que é ótimo, “pois doei parte de minha vida, ou seja, 20 anos, no exercício do voluntariado na função de Provedor. Sendo assim temos a obrigação de ajudar a instituição, além do repasse de recursos para o PA 24 Horas, SAMU e outros serviços, com várias formas criativas como já fizemos após a eleição, acompanhando o Provedor Luiz Carlos Dotto, em Brasília, encaminhando pedidos de relevantes valores em benefício da Santa Casa para a compra de equipamentos de alta resolutividade e tecnologias avançadas”, frisou o prefeito.
Também participaram do Café com a Imprensa os vereadores Sandra Xarão, Dorian Bragança e Adão Santana e os presidentes do PPS Evaristo de Oliveira, do DEM vereador Carlos Alberto MacCord Lannes, do PT Guilherme Abib e o representante do presidente do PR, Jorge Antonio e o delegado de Polícia Jader Ribeiro.
Os médicos que passarão a atender a população de São Gabriel são: Acralys Guerra Cobas, Annira Ramona Castro Cuesta, Daillys Picrin Dimot, Damelis de La Penã Llopiz, Diusnay Bueno Tabera, Geonel Puentes Daudicourt, Liudmila Portelles Ricardo, Willian Zaldivar Jorge, Yulliannys Rodrigues Gonzales, Yunior Carralero Perez, Zoraida Lazara Rosabal Estevez, Astreida Garcia Prado, Santiago Fernando de Leon de Agrella, Yudaimi Vera Arias e Jorge Jesus Chaves.