quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Produtores da campanha vão ao Secretário Estadual do Meio Ambiente

A gravidade dos prejuízos gerados a agricultores pela disseminação do javali nos municípios da Fronteira Oeste e Campanha Central é o principal tema de uma reunião dos presidentes de sindicatos e associações rurais da Regional II da Farsul com o secretário estadual de Meio Ambiente, Neio Pereira. O encontro será em Porto Alegre, na sede da secretaria, na tarde da próxima segunda-feira, 25 de novembro.
Nesta segunda, 18, os presidentes dos sindicatos rurais de São Gabriel, Sant’Ana do Livramento, Dom Pedrito, Bagé, Caçapava do Sul, Candiota, Lavras do Sul e Sant’Ana da Boa Vista se reuniram em Livramento para, entre outros temas, tratar dos prejuízos causados pela proliferação dos javalis selvagens na região, cujos ataques a rebanhos de ovelhas, terneiros e também a plantações tem causado prejuízos para centenas de produtores. “O caso é tão grave que em  Livramento, alguns produtores perderam praticamente toda sua produção, não vão conseguir honrar os financiamentos dos rebanhos e vão parar suas atividades”, ressalta
Tarso Teixeira, presidente do Sindicato Rural de São Gabriel e coordenador da Regional II da Farsul. Como exemplo, Teixeira cita o caso de um produtor da localidade de Funchal, em Livramento, que perdeu neste ano 70 cordeiros e um terneiro, todos devorados por javalis.
Os produtores desejam que o Estado adote medidas de contenção, não descartando a liberação emergencial da caça ou a redução populacional através de ração esterilizante. “O que todos concordam é que algo precisa ser feito, para que esta praga seja debelada”, assinalou.