quinta-feira, 29 de novembro de 2012

No mundo da agricultura familiar - Alexander Vione


Coordenadorias de Juventude

São muitas as coordenadorias municipais de juventude criadas em todo o Brasil na última década, bom, nem é preciso explicar o porquê da necessidade de ter órgãos que façam um trabalho direcionado a juventude. Mês passado estive dialogando sobre este assunto em relação à necessidade urgente existente em São Gabriel da criação de uma coordenadoria municipal de juventude, com o amigo Maurício Piccin (coordenador estadual da juventude, do governo do estado) grande mobilizador da juventude a nível nacional e que tem feito um ótimo trabalho pela juventude em nosso estado direcionando projetos e
trabalhando por políticas em benefício da mesma. Os jovens gabrielenses possuem carências históricas que com o tempo foram tornando-se pedras no caminho ao pleno desenvolvimento e seguridade á dignidade e liberdade de nossos jovens em aspectos gerais, principalmente a juventude rural que ate pouco tempo atrás era como se não existisse como sujeito social, a falta deste reconhecimento do jovem rural como sujeito social há muito tempo é um fator propulcionador do grande êxodo da juventude rural da região. Fica aí uma sugestão aos nossos vereadores eleitos, precisamos urgente de uma coordenadoria municipal de juventude! Juventude, principalmente a rural é o assunto que está na moda, devemos aproveitar o embalo das discussões e colocar São Gabriel no contexto da intelectualidade do século 21.

Melhoramento de campo nativo

Pecuarista familiar! Estamos no momento certo para a aplicação de adubo tanto químico quanto orgânico no campo nativo, em decorrência da previsão de boas chuvas para este verão, pois é preciso muita umidade no solo e no ar para dissolver os adubos e os nutrientes terem condições favoráveis de circular na camada mais superficial do solo e nas plantas. AH, devemos aplicar sempre depois das chuvas, nunca antes, pois aplicando logo antes da chuva forte, a água leva o adubo para as partes baixas e para os rios, ocorrendo desperdício. Em um verão bom de chuvas é possível triplicar a produção de pasto nativo com o uso de adubação, o investimento se paga rapidamente. Todas as técnicas devem ser implantadas em épocas adequadas e em formas adequadas, caso contrário não adianta colocar a culpa nas técnicas ou nos profissionais que as aconselham!

e-mail: ale.decarli@hotmail.com
Técnico em Agropecuária