segunda-feira, 28 de julho de 2014

Enfrentamento à violência doméstica ganha reforço em Uruguaiana

Uruguaiana recebeu diversos investimentos da Secretaria da Segurança Pública nesta sexta-feira (25): foi implantada a Patrulha Maria da Penha, uma Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher - Deam, além da entrega de duas viaturas para a Superintendência dos Serviços Penitenciários - Susepe.
O secretário da Segurança Pública, Airton Michels, disse que é possível fazer políticas de segurança pública com criatividade. “Isso é muito mais que contratar servidores e fazer policiamento ostensivo. São ações diferenciadas que trarão melhores resultados”. Michels ainda destacou a importância do atendimento humanizado às mulheres fragilizadas por atos de violência domestica.

A Deam fica na Avenida Presidente Getúlio Vargas, 3905, e fará o registro de ocorrência de vítimas de violência doméstica. As mulheres serão orientadas e, caso necessário, será encaminhada solicitação de medida protetiva ao Poder Judiciário.
O chefe de polícia, Guilherme Wondracek, lembrou que desde a implantação da 1ª Deam, em 25 anos, treze foram inauguradas. “Desde 2011, já foram sete delegacias inauguradas até agora, e com mais duas previstas até o final deste ano”.
A coordenadora da Deam no Estado, delegada Anita Klein, falou sobre a dificuldade no enfrentamento à violência contra mulher em razão do machismo inserido na cultura da sociedade. “Ainda temos muito pela frente, mas o ato de hoje já é um passo adiante nestas conquistas”. A delegada ainda destacou a integração da Polícia Civil com a Brigada Militar, o Instituto-Geral de Perícias e Susepe na Rede de Atendimento da Segurança Pública para o Enfrentamento à Violência Doméstica e Familiar.
O comandante do 1º Batalhão de Área de Fronteira, tenente coronel Roberto Ortiz, disse que a Patrulha era uma reivindicação antiga e será fundamental no trabalho da BM. “Cerca de 90% das ocorrências dos finais de semana são de violência contra mulher”, observou.
Ainda foram entregues duas viaturas Logan para a Susepe, que utilizará no monitoramento eletrônico de presos que usam a tornozeleira.
O prefeito de Uruguaiana, Luiz Augusto Fuhrmann Schneider, salientou a parceria entre município e Estado e colocou o Executivo à disposição dos projetos da SSP.
20 Deams e 14 Patrulhas
Uruguaiana é uma das 14 cidades com Patrulha Maria da Penha. Até o final do ano, Bagé, Bento Gonçalves, Erechim, Gravataí, Ijuí, Lajeado, Rio Grande, Santa Maria, Santana do Livramento, Santa Rosa, Santo Ângelo, Sapucaia do Sul e Viamão devem receber o serviço.

Com a Patrulha Maria da Penha, criada em 2011, a Brigada Militar, pela primeira vez no país, trabalha para que a Lei Maria da Penha seja cumprida. Fiscaliza o cumprimento da medida protetiva de urgência, solicitada pelas vítimas de violência doméstica. A Patrulha (com viaturas identificadas e PMs capacitados) faz visitas regulares à casa da vítima e presta o atendimento no pós-delito. Se necessário, a encaminha para uma casa-abrigo e monitora o agressor também. A cidade também recebeu uma viatura exclusiva do programa.

Agora, o Rio Grande do Sul conta com 20 Delegacias da Mulher. Santana do Livramento e Santo Ângelo são as próximas cidades a receber. No ato, também foi empossada Caroline Bortolotti Huber como delegada da Mulher no município.