terça-feira, 15 de abril de 2014

Prefeito Roque parabeniza Escola Dr. Pedro Ferraz Neto pelos 38 anos de atividades em prol da educação

“É pela Educação que moldamos a sociedade futura...”, este é o lema da Escola Municipal de Ensino Fundamental Dr. Pedro Ferraz Neto, situada no Bairro Bom Fim, que estará completando 38 anos de atividades na quinta-feira (17/04) com intensa programação. A informação é da atual diretora, Ângela Strieder, que recentemente esteve formalizando convites ao prefeito Roque Montagner e a secretária
municipal de Educação, Nilvanês Jobim, para prestigiarem as programações que estarão sendo desenvolvidas naquele estabelecimento de ensino. A diretora destaca que no sábado (14) foi realizado um Circuito de Atividades; na terça-feira (15) acontecerá o Soletrando e Gincana Recreativa; na quarta-feira (16) jogos de vôlei e de Mesa, e na quinta-feira (17) com início às 9 horas serão realizados Momento Cívico; Apresentações Artísticas; Divulgação do Coelhinho e Coelhinha da Escola; Apresentação da Banda Ferraz Neto e Confraternização com a Comunidade.
Ângela Strieder agradece o apoio que o estabelecimento de ensino tem recebido do Poder Executivo, através do prefeito Roque e da secretária Nilvanês Jobim e equipe. Segundo ela, “também com a parceria dos demais integrantes da equipe diretiva, professores, CPM, Conselho Escolar, funcionários, alunos e de toda a comunidade escolar do bairro. Procuramos desenvolver um trabalho de forma unida em prol de uma educação com qualidade”, afirmou a diretora.
Já o prefeito Roque Montagner destacou o carinho que tem pela Escola Dr. Pedro Ferraz Neto e pelo bairro Bom Fim, parabenizando todo o trabalho que vem sendo desenvolvido pela direção da escola, frisando que o referido educandário foi o primeiro do Município a ser contemplado  entre as 1.001 escolas selecionadas em todo o País  para a implantação do “Projeto Mais Cultura” viabilizado pelo Governo Federal, através dos ministérios da Cultura e Educação, com o objetivo da democratização do acesso à cultura e da integração de práticas criativas nas escolas públicas.
Em relação ao Projeto “Mais Cultura”, a diretora Ângela explica que cerca de 60 alunos farão parte das atividades que serão realizadas em turno inverso ao da sala de aula, com oficinas do Projeto Criação, Circulação e Difusão da Produção Artística, elaborados pela própria Escola.