segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Crime no balneário: Tiroteio acaba em morte em meio aos banhistas

Militar Jonata Vargas da Silva
Hoje em dia é difícil dizer que podemos sair para nos divertir e que tudo será só alegria. Uma tarde de domingo com muito sol, pessoas felizes com suas famílias, crianças se refrescando na água, por pouco não se tornou numa tragédia ainda maior. O resultado foi a morte do motorista Edson de Melo Silva, com 32 anos, no balneário Pedroso, o qual foi assassinado pelo vizinho reconhecido por sua esposa como sendo Jonata Vargas da Silva, jovem de 23 anos, ambos moradores do Bairro Élbio Vargas.
Informações dão conta de que os mesmos já possuíam uma rixa antiga. O motivo: queixas de som alto, badernas e gritos na rua.
Edson teria sido surpreendido pelo militar no momento em que saía da água, tendo sido atingido por duas vezes com um tiro na cabeça e outro na barriga.
Jonata fugiu do local em uma moto após cometer o crime.
A vítima teria sido colocada em um carro ainda com vida, tendo sido transportada para a ambulância do SAMU bem mais adinate, no Balneário Passo do Pinto, na Santa Clara, mas não resistiu.
Jonata encontra-se fragido.