sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011

PÁGINA TRÊS - Luis Giovani Rodrigues


PT-START

O Partido dos Trabalhadores (PT) mexeu no tabuleiro. Em um grande evento apresentou novos membros, o mais badalado foi o empresário Aljaci Brito, que entra no partido pela ala majoritária que é comandada pela família Abib. Com isso, o presidente Guilherme resolveu um problema que era a falta de um nome para apresentar em uma futura coligação, uma vez que, o nome com maior visibilidade, até então, era o da empresária Tani Vieira, que pertence a uma outra ala. Brito entra para disputar a vaga de vice, e as apostas do seu presidente é tentar reeditar uma coligação, que quase se confirmou na ultima eleição, com o PMDB e que ele mesmo não fez muito esforço naquela ocasião para que se confirmasse.


Amarelo + vermelho = PRETO?

Aprendemos na escola formal que vermelho com amarelo, as cores pelas quais as pessoas votam em São Gabriel, o que é lamentável pois deveríamos votar em propostas, vira laranja. Mas a sabedoria popular nos mostra que vermelho e amarelo está virando preto. Isto é um prenúncio para 2012?

REDUTORES

Está ficando comum a retirada de parte dos redutores de velocidade da cidade. Denúncias dão conta que quem retira, são os proprietários de veículos rebaixados.

Acompanhei a entrevista que o secretário Guilherme Medeiros concedeu à uma emissora de rádio local, sua última frase foi uma “espetadela’ na imprensa. Nobre secretário cem por cento dos veículos de comunicação do município falam a verdade, mas a população sabe que somente o Jornal Bom de Ler e o A Notícia não omitem parte desta verdade. Quando for fazer, com todo o direito que tens críticas, dê nomes aos bois, sob pena dos subordinados se magoarem. No mais, foi uma boa entrevista, técnica como imaginávamos que seria, aliás, se o comando do governo soltasse um pouco mais as rédeas do secretariado quem sabe não estaria aí a sua salvação.


O CENÁRIO É DO POVO!!!

Nós que colaboramos no Cenário de Notícias, permanentemente estamos nos avaliando. Poderíamos fazer o que é mais fácil, ficarmos nos iludindo e fazendo um jornal bonitinho que não recebesse as críticas e nem puxões de orelha, assim como uma criança que faz arte e leva um castigo. Mas talvez, como não somos assim tão “inteligentes” e provavelmente, não iremos para o céu, optamos pelo caminho mais difícil, principalmente em São Gabriel, que é tentar fazer com que o órgão de imprensa tenha o propósito de servir à comunidade. Como a normalidade em nosso município é abrir um veículo de comunicação somente com o objetivo mercantilista, nossa pouca “inteligência” não foi capaz de avaliar quanto vale a dignidade. Porém, também não somos capazes de avaliar o preço de ter o reconhecimento por parte dos leitores que diariamente nos ligam, nos procuram para dizer que estamos no caminho certo. Por isso, tenho a certeza que somos o jornal que conta com os leitores mais qualificados e, este, é o maior preço.
Reflita Sobre Isto!!!