quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Acervo Dr. Braulio Alvarez permanece em exposição até 16 de novembro

Gabrielenses se emocionam na visitação ao Museu Nossa Senhora do Rosário Bom Fim
Mais uma exposição expressiva encanta e emociona os visitantes do Museu Nossa Senhora do Rosário Bom Fim. A iniciativa de homenagear gabrielenses ilustres expondo acervos pessoais durante as comemorações do Dia do Médico tem engrossado o livro de visitações do Museu Municipal. Em 2013 o homenageado é o médico gabrielense Braulio dos Santos Alvares. O profissional da saúde que deixou marcas na memória da comunidade é lembrado por suas acentuadas características humanitárias e por sua total doação ao exercício da medicina. O acervo exposto no museu confirma uma trajetória de vida rodeada de amigos e familiares, onde o material humano prevalece nos painéis e na concepção das pessoas. Muito emocionada, a visitante Sirlei Fagundes Nucci, falou em admiração e saudade, “vendo essas fotos é como se eu pudesse retornar no tempo. Só tenho lembranças boas do Dr. Braulio que foi médico da nossa família, ele sempre tinha um sorriso no rosto para oferecer, e a cura das pessoas começava por aí, com uma recepção aconchegante de apoio.

O médico que não distinguia as pessoas por posição social atendia a todas as classes sociais, aos carentes oferecia serviço gratuito e, se necessário, doava a medicação. Não é raro encontrar no museu testemunhas vivas da história de vida de Braulio Alvares. O professor de Língua Portuguesa e Inglesa, João Rivas relembra uma passagem da vida em que foi tratado pelo médico, a quem é eternamente grato, “fiquei sem os movimentos dos braços devido a um sério problema na coluna. Pensei que nunca mais voltaria a andar. Ele me tratou, fiquei internado por duas semanas na Santa Casa e ele ia me ver todos os dias. Tem uma frase dele que jamais vou esquecer ele me disse: “Todo mundo nasceu para ser feliz inclusive você”. Com ele não existia desânimo nem tristeza. Quando a gente agradecia, ele dizia que era apenas  um instrumento de Deus”.
Para os amigos, a doença precipitou a partida do Dr. Braulio Alvares que faleceu aos 57 anos, em 2006. Mesmo doente, orientou todos os seus pacientes, foi elo de continuidade encaminhando-os para médicos especializados. A homenagem que permanece até o dia 16 de novembro no Museu Nossa Senhora do Rosário Bom Fim, recebeu até agora cerca de 200 pessoas. O prefeito Roque Montagner, prestigiou o acervo por duas vezes durante a semana. Segundo o prefeito, a exposição retrata a vida de um médico que prestou serviços de excelência aos cidadãos gabrielenses e representa o testemunho vivo da história de vidas entrelaçadas, “temos muito orgulho em homenagear pessoas ilustres como o Dr. Braúlio, um personagem ilustre que compõe a história da medicina em São Gabriel”, finalizou o prefeito.