sexta-feira, 30 de março de 2012

Falsos registros preocupam a polícia


Em entrevista exclusiva ao Jornal Cenário de Notícias, na tarde de ontem (27), o delegado de polícia Jader Ribeiro Duarte afirmou que é preocupante o número de falsos registros de boletins de ocorrências que foram efetuados nos últimos dias. Somente na semana passada três deles foram desmascarados.

Segundo Duarte, a maioria dos registros vêm de furto de veículos.
Dois dos três casos registrados foram efetuados por condutores não habilitados ou com documentos vencidos que, ao avistarem uma barreira policial, abandonaram os veículos em via pública, sendo que os mesmos foram recolhidos. Após procurarem pelos veículos de suas propriedades, os condutores registraram furto na DP, com a intenção de não serem obrigados a pagar o valor equivalente à multa.
No outro caso o veículo teria sido pego e estaria sendo conduzido por um familiar não habilitado, sem autorização do proprietátio. O registro foi efetuado e logo após o proprietário percebeu que tudo não passava de um equívoco.
O Delegado de Polícia afirma que os responsáveis pelos falsos registros responderão pelo crime.
Segundo Duarte, outro caso bastante comum é o de pessoas que criam animais soltos nos chamados “corredores” ou em áreas de florestamento, onde é ilegal. Por muitas vezes os animais são recolhidos por policiais por terem invadido vias públicas ou por estarem em áreas proibidas e os proprietários realizam registro como sendo furto abigeato.
Normalmente, alguns registros efetuados dão conta de furtos realizados diretamente de contas bancárias e, dias depois, há desistência da parte prejudicada por se tratar de retiradas efetuadas por familiares ou pessoas que já tinham acesso às contas e possuíam inclusive às senhas dos cartões.
Jader Duarte alerta para que os fatos sejam bem averiguados antes que o registro seja efetuado, afirmando que alguns deles são feitos intencionalmente, mas outros não passam de enganos.