sábado, 1 de fevereiro de 2014

Inaugurada a Casa do Mel, um projeto que aguardou mais de meia década para ser concluído

            O dia 30 de janeiro de 2014 se tornou um marco histórico para a apicultura de São Gabriel, afirmou o presidente da Associação dos Apicultores Dalvi Lemos dos Santos, durante a inauguração da Casa do Mel. O ato solene realizado no final da tarde da última quinta-feira (30/01) concretizou um trabalho que vinha sendo feito há décadas por pessoas dedicadas a apicultura como Luciano Nucci, Jussara de Assis Brasil, João Morrudo e José Galdir Dias Leal, este último um antigo perseguidor do projeto, que após oito anos, foi concluído. O representante dos apicultores salientou que a Casa do Mel vai facilitar o trabalho dos pequenos apicultores. “É um local digno para o processamento do mel e este sonho existe há muito tempo”, acrescentou.

            A Casa do Mel, localizada na RS 630, no Bairro Honório, foi construída pela prefeitura municipal com recursos de uma emenda parlamentar de R$ 100 mil do deputado federal Afonso Hamm e contrapartida do Município. O presidente da Associação dos Apicultores agradeceu ao parlamentar, “pois se não fosse a emenda não teríamos dinheiro para fazer a edificação”. Dalvi dos Santos também reconheceu a ação do Governo Municipal, através do prefeito Roque Montagner, “que assumiu no início de 2013, abriu as portas para os apicultores e nos recebeu com os dois braços abertos e se prontificou a levar o nosso projeto até a sua conclusão”. Ele agradeceu aos secretários de Obras Felipe Abib, do Planejamento Tani Vieira e ao Procurador Jurídico Guilherme Abib, “que resgatou a emenda que havia sido perdida pela administração municipal anterior”. O apoio dos 113 apicultores também foi destacado pelo presidente da associação, “pois sem ele não chegaríamos ao nosso objetivo. Julgamos que estamos no caminho certo.”
            O prefeito Roque Montagner também considerou a inauguração da Casa do Mel um momento histórico. “É uma obra que não foi feita só por um, mas por todos”, afirmou ao agradecer os parceiros. Ele ressaltou as duas emendas de R$ 100 mil do deputado Afonso Hamm, para construção da Casa do Mel com uma contrapartida de R$ 30 mil do Município. “Em pouco tempo São Gabriel será transformado na capital do Mel”, e citou a Unipampa, “que tem uma equipe de professores e pesquisadores que são apaixonados por essa atividade”. A persistência e a iniciativa do presidente Dalvi dos Santos foi destacada pelo prefeito, “ele não esmoreceu. Nós também fazemos parte deste sonho e a sua concretização só foi possível com o apoio do deputado Afonso Hamm”. Roque anunciou que já foi licitada a conclusão do projeto, no qual uma outra emenda de R$ 100 mil, mais R$ 41 mil de contrapartida do Município para aquisição dos equipamentos.
            Mais uma vez o prefeito disse que “no nosso Governo não existem obras inacabadas. Sinto-me vivo diante dos obstáculos”. Ele se referiu as dificuldades encontradas quando assumiu o Poder Executivo. “Íamos perder o dinheiro para a aquisição dos equipamentos e entramos com uma ação ordinária na Justiça Federal, que liberou os recursos, independente de o Município estar inadimplente, especialmente nos anos de 2009 a 2012”.
            A secretária interina de Obras, Andréia Desordi, colocou-se à disposição da Associação dos Apicultores e anunciou que num período menor serão concluídos os melhoramentos em torno da Casa do Mel. O secretário municipal de Agricultura, João Cunha, disse que se não tivéssemos o apoio do prefeito não teríamos concluído esse projeto, cuja luta é de mais de 15 anos. O secretário de Obras, Felipe Abib, que atualmente está em férias, também participou do ato inaugural e afirmou que “existem coisas que emocionam e outras que entristecem. Uma delas é quando as ações não acontecem”. Abib afirmou que não existe governo ruim, “uns são para pequenos grupos e outros para todos. O nosso governo é comprometido com a população. Uma nova era do mel vai acontecer em São Gabriel”.
            Para o deputado Afonso Hamm “aqueles que perseveram vencem. Precisamos apoiar aqueles que vivem da agricultura, pois são batalhadores”. Ele lembrou que o projeto passou por três administrações municipais, mas que foi solidificado pelo prefeito Roque Montagner. O parlamentar anunciou a aquisição de equipamentos, cujos recursos já estavam quase perdidos. “Que os demais sigam o exemplo da Associação dos Apicultores de São Gabriel. Hoje é um dia de comemoração, pois a Casa do Mel nos próximos anos trará oportunidade e qualidade”.
            Logo após o corte da fita inaugural as autoridades e convidados visitaram as dependências da Casa do Mel e foram distribuídos amostras do mel produzido em São Gabriel. A Banda do CAAS participou da solenidade executando os hinos Nacional e Riograndense.