quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Centro Cultural Nativista, um novo olhar sobre a cultura gaúcha

Sérgio Murilo convidou Inocêncio Gonçalves e Cleber Giovane para o participar do projeto como colaboradores

Enquanto a maioria das entidades tradicionalistas já existentes atua na divulgação da cultura gaúcha com provas campeiras, reculutas e competições de danças folclóricas, um novo grupo de amantes do regionalismo se organiza para se dedicar a outros aspectos, como a pesquisa acadêmica, difusão literária e palestras. Trata-se do Centro Cultural Nativista - Edi Andrade, que teve jantar de lançamento no último sábado, 19, no bairro Gabrielense, onde será a sede da entidade.
Segundo o presidente do CCN, Ciro Góes, o objetivo da entidade é se dedicar à propagação do tradicionalismo através da implantação de biblioteca, palestras, seminários, e principalmente integração social com a comunidade, especialmente na periferia. “Queremos aproximar o tradicionalismo do povo”, assinala o vice-presidente, Sérgio Murilo.
Diferente dos demais CTG’s que se caracterizam especialmente por atividades festivas à noite, o CCN pretende promover atividades integrativas em horários alternativos, para proporcionar a participação e envolvimento da comunidade. “Queremos dar um enfoque diferenciado, comunitário, para o culto à tradição gaúcha, resgatando essa sua dimensão integradora, coletiva, e sua influência no pensamento do gaúcho”, ressalta.
Ciro Góes será o presidente do CCN